17 de setembro – Seminário virtual sobre qualidade da atenção a partir das Funções Essenciais da Saúde Pública renovadas

No Dia Mundial da Segurança do Paciente 2021, celebrado dia 17 de setembro, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) realizará a quarta edição do seminário virtual sobre as Funções Essenciais da Saúde Pública (FESP), com foco nos desafios e nas oportunidades para alcançar a qualidade do atendimento na prestação de serviços de saúde, em especial, no “Cuidado materno e neonatal seguro”. Organizados no âmbito da Estratégia e Plano de Ação para melhorar a qualidade da atenção na prestação de serviços de saúde 2020-25 da OPAS/ OMS, o seminário contará com a participação da professora Ana Maria Malik, da Escola Paulista de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas e especialistas do Chile, Caribe, Argentina. (Faça sua inscrição aqui!)

Segundo Ernesto Báscolo, consultor regional de Governança, Liderança, Políticas e Planejamento em Saúde da OPAS / OMS, as FESP visam apoiar as capacidades das autoridades de saúde em conjunto com a sociedade civil, especialmente, no componente reitoria e governança. Participaram da remodelação conceitual das FESP, cerca de 32 instituições acadêmicas e 200 especialistas da Região das Américas. “As FESP remodeladas seguem os valores da Estratégia de Saúde Universal da OPAS que considera a Saúde como um direito do cidadão”, ressalta Báscolo.

O tema selecionado para seminário – Cuidado materno e neonatal seguro – justifica-se pela carga significativa de riscos e danos a que as mulheres e os recém-nascidos estão expostos quando recebem cuidados inseguros durante ou no parto. Apesar do progresso significativo alcançado na redução da mortalidade materna e neonatal, as metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 3 ainda estão longe de serem alcançadas. Segundo a OPAS, o problema foi ainda mais agravado pela pandemia COVID-19, que levou ao rompimento dos serviços essenciais de saúde devido a cadeias de abastecimento rompidas, barreiras de acesso aos cuidados e escassez de profissionais de saúde. Visto que a assistência à maternidade também é afetada por questões de igualdade de gênero e violência, as experiências das mulheres durante o parto podem ser positivas e fortalecedoras ou, de outra forma, infligir danos emocionais e traumas.

A nova perspectiva das FESP, o novo paradigma de qualidade e a atenção renovada à segurança do paciente ressaltam a necessidade de integrar esforços para superar a fragmentação tradicional e a falta de coordenação das intervenções. O seminário propõe discutir com especialistas e representantes de todos os setores envolvidos, as experiências de melhoria da qualidade e segurança da atenção materna e neonatal e novo marco e etapas para a concretização das políticas de saúde, a saber, avaliação, desenvolvimento de políticas, alocação de recursos e acesso.

Programação

Data do evento: 17 de setembro de 2021

Duração: 2 horas. Começa às 11h (de Brasília)

Inscrição – https://paho-org.zoom.us/webinar/register/WN_Y36DXrJpTSqRdReq7d9DMw

Palestrantes e temas

11h00

Boas- vindas (5 min)

11h05

Jonás Gonseth García.

Assessor de Qualidade em Sistemas e Serviços de Saúde OPAS / OMS.

Moderador do webinar (10 min)

11h15

Ernesto Báscolo

Consultor Regional de Governança, Liderança, Políticas e Planejamento em Saúde, OPAS / OMS

Qualidade na perspectiva das FESP. (10 minutos)

11:25

Bremen De Mucio.

Assessora Regional de Saúde Materna da OPAS / OMS. Centro Latino-Americano de Perinatalogia / Saúde da Mulher e Reprodutiva (CLAP).

Desafios específicos na segurança e qualidade da atenção materna e neonatal na Região das Américas. (10 minutos)

11h35

Painel 1. Perspectivas de trabalhadores e usuários de serviços de saúde. (20 minutos)

Helen Haskell

Paciente Líder em Segurança do Paciente para a Organização Mundial da Saúde.

TBC

Profissional de enfermagem, Caribe inglês

11h55

 Painel 2: Perspectivas de especialistas em qualidade e das Escolas de Saúde Pública. (30 minutos)

Pedro Delgado.

Vice-presidente do Institute for Healthcare Improvement, IHI.

Hugo Guajardo

Médico, Presidente do Conselho da Fundação para a Segurança do Paciente, Chile.

Ana Maria Malik.

Professora titular da Escola Paulista de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas e acadêmica escolhido pela Academia Brasileira da Qualidade.

12h25

PAINEL 3: Perspectivas da gestão dos serviços de saúde. (20 MINUTOS)

Arnaldo Medina

Secretário da Qualidade do Ministério da Saúde, Argentina.

Hernán Rodríguez González

Assessor de sistemas e serviços de saúde

Escritório da OPAS / OMS no Peru.

12h45

Perguntas e respostas (10 min)

12.55 – 13.00

Encerramento (5 min)

Material de apoio

Flyer_serieFESP-seminario4_por

FESP/OPAS – https://www.paho.org/es/sistemas-servicios-salud/ciclo-seminarios-virtuales-sobre-funciones-esenciales-salud-publica

Documento 57/12 OPAS/OMS – https://iris.paho.org/bitstream/handle/10665.2/51621/CD57-12-e.pdf?sequence=2&isAllowed=y)

Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 3 (https://www3.paho.org/hq/index.php?option=com_content&view=article&id=13355:agenda-2030-sustainable-development&Itemid=39529&lang=es)

Fonte: Opas/OMS

<-Voltar