CONASS debate projeto para fortalecimento das estruturas de gestão do trabalho das SES

Representantes do Ministério da Saúde, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS), e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, reuniram-se nesta segunda-feira (20), na sede do CONASS em Brasília, para discutir sobre um projeto com ações estratégicas para apoiar o desenvolvimento institucional e o fortalecimento das estruturas de gestão do trabalho das secretarias estaduais de saúde (SES). A iniciativa faz parte das atividades da Câmara Técnica de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do CONASS (CTGTES), coordenada pelo assessor técnico do Conselho, Haroldo Pontes.

Mônica Padilha, coordenadora da Unidade Técnica de Capacidade Humanas em Saúde da Opas/OMS, ressaltou que a gestão dos estados faz toda diferença nos resultados que o SUS pode oferecer à população e reconheceu a necessidade de que cada um dos estados tenha a capacidade forte de gerir as áreas de gestão do trabalho e educação na Saúde. “Essa iniciativa do CONASS em colocar na agenda positiva essa questão tem conseguido realmente construir um espaço de interação, valorizando a possibilidade de ter uma estratégia conjunta de fortalecimento das capacidades das SES nesse quesito”, observou. 

A diretora do Departamento de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (DGETS/MS), Ana Paula Schiavone, salientou que o projeto será construído em conjunto com os estados, por meio da participação da CTGTES. “Nós vamos levantar junto aos representantes das secretarias quais são as necessidades para que a gestão do trabalho se fortaleça dentro das secretarias estaduais, de forma que ela seja estruturada o suficiente para atender aos municípios”.

Schiavone mencionou ainda que o projeto também tem um viés de capacitação já que terá como produto a realização do mestrado profissional. “Além de fazermos um diagnóstico e pactuarmos uma agenda positiva, vamos desenvolver e capacitar os estados e assim fortaleceremos a gestão do trabalho dentro da SES”, concluiu.

Já a coordenadora do observatório de Recursos Humanos e professora do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Janete Lima de Castro, falou sobre a expectativa da universidade em colaborar com a gestão do SUS nos seus diversos âmbitos, quer seja federal, estadual ou municipal. “Ao longo do tempo temos percebido uma certa marginalização dessa área, então a ideia do projeto é trabalhar em parceria no sentido de obtermos um diagnóstico dessas situações e promovermos a qualificação da força de trabalho”.

A professora explicou que o projeto tem três eixos: pesquisa, construção de metodologias e o mestrado profissional, no entanto observou que não apenas o mestrado é o elemento capacitador, mas o processo como um todo. “Não apenas o mestrado será o momento de capacitação dessa iniciativa. Quando estamos discutindo juntos é porque queremos que esse processo seja de capacitação por meio de uma cooperação técnica que a UFRN está fazendo ao Ministério da Saúde, ao CONASS, às SES e à Opas/OMS”.

Assessoria de Comunicação do CONASS

ascom@conass.org.br

(61) 3222-3000

<-Voltar