Estado reforça orientações aos municípios quanto à vacinação contra a Covid-19

‘Nota de Orientação’ foi emitida pela SES aos 139 municípios tocantinenses

Saúde faz mais uma orientação sobre vacinação contra a Covid-19 – Foto: André Araújo/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) emitiu nesta quinta-feira, 17, uma ‘Nota Orientação’ aos 139 municípios tocantinenses, com diretrizes sobre a vacinação contra a Covid-19. O documento orienta os municípios que possuem primeiras doses (D1) em estoque, para seguirem a ampliação da vacinação dos grupos prioritários, conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde (MS).

Este é o segundo documento oficial emitido pela Secretaria aos municípios, em menos de uma semana, basicamente com o mesmo teor de informações. Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Perciliana Bezerra, “alguns municípios ainda apresentaram dúvidas quanto ao que fazer em casos vacinas em estoque e grupos prioritários já imunizados, por isso tentamos deixar ainda mais explicado, do que na Nota Técnica que enviamos na semana passada”, destacou.

A ‘Nota Orientação’ deixa claro que ao finalizar os grupos prioritários descritos no PNO: “a vacinação da população em geral será escalonada por faixa etária de forma decrescente, iniciando em 59 anos até os 18 anos, após ser submetida à aprovação nos Conselhos Municipais de Saúde”.

“Vale destacar, mais uma vez, que os grupos prioritários são: Pessoas em situação de Rua; População Privada de Liberdade; Trabalhadores do Transporte Coletivo, Rodoviário de Passageiros Urbanos e de Longo Curso; Trabalhadores industriais; Trabalhadores da Limpeza Urbana e manejo de Resíduos Sólidos; Caminhoneiros”, reforçou a superintendente.

A Nota ainda chama a atenção para as segundas doses (D2).  “De acordo com as regras previstas no  PNO, não será permitido a utilização de D2 como ampliação de vacinação de grupos prioritários. As mesmas deverão ser preservadas exclusivamente para dar continuidade ao esquema vacinal em andamento”, diz o documento.

Por Aldenes Lima/Governo do Tocantins

Edição: Dock Jr

Revisão Textual: Dock Jr

<-Voltar