Faculdade de Odontologia da UFMG abre inscrições, até 7/6, para curso de formação em Saúde Bucal, online e gratuito

As vagas, 3200 no total, serão destinadas a agentes que Equipes de Saúde Bucal do programa Estratégia Saúde da Família e aos responsáveis pela municipal de saúde bucal de municípios com até 20 mil habitantes
Curso vai qualificar profissionais que atuam em equipes de saúde bucal de municípios brasileiros Foto: Lucas Braga | UFMG

A Faculdade de Odontologia da UFMG abre inscrições, até 7 de junho, para a primeira oferta do curso de atualização “Formação em Saúde Bucal: processo de trabalho na Atenção Básica e implementação municipal da Política Nacional de Saúde Bucal – FormaSB”, gratuito, online e previsto para o segundo semestre deste ano.

A ação educativa é destinada a profissionais que integram as Equipes de Saúde Bucal do Estratégia Saúde da Família e aos responsáveis pela gestão municipal de saúde bucal de municípios com até 20 mil habitantes. Os interessados devem possuir acesso à internet para o acompanhamento do curso.

A iniciativa é uma parceria entre a Faculdade de Odontologia e a Coordenação Geral de Saúde Bucal (CGSB) do Departamento de Estratégias e de Políticas de Saúde Comunitária (DESCO) da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS) do Ministério da Saúde (MS) e conta com o apoio do Centro de Apoio à Educação a Distância (Caed/UFMG).

As 3200 vagas serão distribuídas conforme disposto no Anexo III do edital de seleção.

Se o número de interessados for maior do que o número de vagas, será dada prioridade aos municípios com maior cobertura das Equipes de Saúde Bucal no Estratégia de Saúde da Família e que possuam Serviço de Especialidades em Saúde Bucal. Caso não seja preenchido o número de inscritos para compor o número de turmas por estado, os inscritos poderão ser remanejados, formando turmas mistas.

Formação

O curso tem como objetivos centrais qualificar as equipes de Saúde Bucal que atuam no Estratégia Saúde da Família, discutir o modelo de atenção em saúde bucal no âmbito do programa e fomentar a elaboração de diretrizes municipais para a implementação da Política Nacional de Saúde Bucal.

Aprimorar a experiência formativa dos agentes de saúde bucal, por meio de recomendações para o programa de Educação Permanente em Saúde, fomentar a articulação ensino-serviço, a partir da adesão de professores à capacitação, e divulgação da produção científica do FormaSB também são finalidades da iniciativa.

Com duração de três meses, o curso terá carga horária de 60 horas, sendo 36 horas síncronas, para interações entre tutores e a turma e encontros temáticos com convidados, e 24 horas assíncronas, em atividades no ambiente virtual. Os encontros virtuais síncronos serão quinzenais, realizados preferencialmente às sextas-feiras no período da tarde, com duração de quatro horas.

“O curso tem uma proposta inédita e inovadora ao incluir a participação tanto dos profissionais quanto dos gestores da saúde bucal municipal, para refletir sobre a prática e ampliar o repertório das equipes para formular estratégias de saúde”, explica a coordenadora da iniciativa e docente da Faculdade de Odontologia Maria Inês Barreiros Senna.

A professora destaca, ainda, a importância de priorizar cidades com até 20 mil habitantes na oferta da formação. “Identificamos que municípios menores têm, em geral, mais dificuldades para ter acesso a ações formativas e para organizar seus serviços, pontos com os quais o Forma SB poderá contribuir.”

Inscrições e seleção

As inscrições devem ser realizadas pelos municípios interessados, por meio do formulário eletrônico disponível na opção “Municípios” do site do curso, conforme orientações do item 5 do edital de seleção.

Cada localidade poderá inscrever até duas Equipes de Saúde Bucal Modalidade I e/ou II, com regime de trabalho de 40 horas semanais, na condição de titular, junto e uma outra Equipe de Saúde Bucal I e/ou II, com o mesmo perfil, na condição de suplente, além do responsável por coordenar a rede municipal de saúde bucal.

O preenchimento do formulário para inscrição única pode ser feito pelo profissional que coordena a rede municipal de saúde bucal ou pelo responsável pela gestão da Atenção Primária à Saúde, de acordo com o organograma da Secretaria Municipal de Saúde municipal.

No ato da inscrição, deverão ser anexadas cópia digital, em arquivo de imagem, png ou jpg, do: a) Termo de Compromisso da Gestão Municipal (anexo 1 do edital); b) Formulário de Indicação dos Profissionais do Município (anexo 1.1 do edital), ambos assinados pelo secretário municipal de saúde ou pelo coordenador ou diretor da Atenção Básica; c) carteira de identidade ou carteira do conselho profissional do responsável por inscrever o município, frente e verso.

Ao final do procedimento, será emitido um comprovante de que a inscrição foi concluída com sucesso, documento que deverá ser impresso ou salvo por quem fez a inscrição.

Inscrições sem a documentação completa ou que não atendam aos requisitos previstos pelo edital serão indeferidas.

A relação das inscrições homologadas será divulgada no dia 17 de junho.  O resultado preliminar será divulgado no dia 15 de julho e o final, no dia 20 do mesmo mês, conforme previsto pelo cronograma que consta no anexo 2 do edital de seleção. As aulas têm início previsto para agosto.

Informações: secestudatesfsb@odonto.ufmg.br

Assessoria de Comunicação CAED/UFMG 

(31) 3409-3224 

Acompanhe o Caed/UFMG por nossas redes! 

comunicacao@caed.ufmg.br