Profissional de saúde: acompanhe no dia 11/06, às 14:30h, live sobre síndrome pós-covid

O Conasems promoverá uma live na próxima sexta-feira, 11 de junho, às 14:30h com três especialistas que farão uma conversa aberta com profissionais de saúde

A pandemia do novo coronavírus trouxe não apenas o desafio de gerenciar quadros graves nos leitos de internação. A dedicação de equipes multiprofissionais para salvar vidas e trazer conforto aos pacientes se estende também porta afora de UBS, Unidades de Pronto atendimento e hospitais. A chamada “condição pós-covid” já é um fato e tem exigido esforços de profissionais de saúde e da gestão para atenderem a esta demanda crescente no Brasil.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) tem investigado mais a fundo um conjunto de resquícios da doença (ou novos problemas de saúde gerados em decorrência da contaminação pelo SARS-CoV-2). As condições pós-covid geralmente manifestam-se a partir de quatro semanas após a infecção e podem acontecer em pacientes sintomáticos graves, mas também em pessoas que tiveram sintomas leves ou foram assintomáticas.

Um estudo que acompanhou 1.733 pessoas por seis meses após a infecção por Covid-19 em Wuhan, na China, mostrou que a maioria (76%) relatou pelo menos um sintoma nesse período posterior à fase aguda. Os mais relatados foram cansaço e fraqueza muscular (63%); dificuldades para dormir (26%); e ansiedade e depressão (23%). Além dos frequentes sintomas de fundo neurológico e psíquico, autoridades alertam também para consequências graves da covid-19 no pulmão e coração.

Para além do prolongamento de sintomas, são milhares os pacientes que, após dias ou semanas de internação em leito de UTI, necessitam de acompanhamento especializado seja porque perderam a condição de deglutir, falar ou de movimentar-se, ou porque outros órgãos como fígado e rins foram danificados.

Para debater sobre esse assunto, o Conasems promoverá uma live na próxima sexta-feira, 11 de junho, às 14:30h com três especialistas que farão uma conversa aberta com profissionais de saúde. Os convidados são:

– Zeliete Zambon: Presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade;

– Clezio Leitão: Doutor em Saúde Pública pela Fiocruz e professor adjunto de Medicina da UFPE ;

– Fabiana Sousa: Fisioterapeuta e sanitarista, Doutora em Saúde Pública

A transmissão ao vivo será feita pelo Canal Conasems no Youtube através do link:

A ideia do encontro virtual é promover uma troca de experiências e saberes na condução clínica da pacientes com síndrome pós-covid. A transmissão ao vivo acontecerá no canal do Conasems no YouTube e o chat estará aberto para que as perguntas sejam respondidas durante a live.

<-Voltar