Regional de Ubá orienta municípios otimizar vacinação contra a covid-19 por meio do aplicativo Saúde Digital MG – Covid-19

A ampliação das funções do aplicativo Saúde Digital MG – Covid-19 possibilita aos municípios o agendamento on-line da vacinação contra a covid-19, permitindo ao cidadão agendar o dia, local e hora para receber a vacina.  Este foi o ponto destacado pela equipe da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Ubá em videoconferência, realizada na última terça-feira (18) com as 31 secretarias municipais de Saúde pertencentes a área de abrangência da unidade, em que apresentou as melhorias do app, lançado em maio do ano passado pelo Governo de Minas Gerais.

Crédito: Keila Siqueira de Lima

Crédito: Keila Siqueira de Lima

Inicialmente, o Saúde Digital MG promoveu a realização de autoavaliação de saúde com foco no Novo Coronavírus, baseado em telemedicina, e agora a ferramenta terá a nova funcionalidade em parceria com os municípios, que irão alimentar a plataforma com a quantidade de doses disponíveis e os pontos de vacinação na cidade, evitando, assim, a formação de filas nos locais de imunização.

“Sabemos que cada cidade enfrenta uma realidade distinta nesta campanha de imunização contra a covid-19. Porém, destacamos que com o apoio do aplicativo, as secretarias municipais ganham muito em relação à transparência e organização. Agora, estamos aguardando o retorno para que façam a adesão até o dia 25 de maio, prazo estipulado pela Secretaria de Estado de Saúde”, disse Fábio Ribas, ponto focal covid-19 da GRS Ubá, que contou com a servidora Paloma Inocêncio, da Coordenação de Atenção a Saúde, para a apresentação na videoconferência.

O app Saúde Digital MG – Covid-19 está disponível na loja Google Play e na App Store. Ele oferece a todos os mineiros consulta médica no conforto de casa e sem fila de espera em clínicas médicas e hospitais. Após preencher um formulário de autoavaliação do seu estado de saúde, o usuário é direcionado para uma teleconsulta inicial com médico, caso seja necessário. Cada cidadão registrado tem também a possibilidade de vincular familiares e pessoas que não têm um celular ou dispositivo com acesso à internet, como crianças e idosos.

“A incorporação de recursos tecnológicos de informação e comunicação veio para dar agilidade e organizar o acesso a vacinação covid-19”, definiu Aline de Almeida Prado, diretora da Unidade Regional de Saúde de Ubá.

Por Keila Siqueira de Lima

<-Voltar