Secretário da Saúde do Espírito Santo, Ricardo de Oliveira, apresenta a Rede Cuidar na Assembleia do CONASS

O novo modelo de atendimento à saúde, a Rede Cuidar, foi destaque na assembleia geral do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass), ocorrida na manhã desta quarta-feira (24), em Brasília.

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, apresentou o modelo e debateu o assunto com os secretários de saúde de todo o país.

Para adotar o novo modelo, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) criou estratégias específicas de trabalho para cada nível de atenção à saúde.

Para a atenção primária e a atenção ambulatorial especializada, a Sesa aplica, desde 2016, a planificação, que é o processo de qualificação dos profissionais de saúde de todo o estado. A planificação da saúde é realizada em parceria com o Conass.

Para a atenção hospitalar, a Sesa está trabalhando no plano diretor hospitalar.

A apresentação do secretário Ricardo de Oliveira deu ênfase à planificação e mostrou a experiência com o Norte do Estado. Na região, a Sesa e os técnicos do Conass qualificaram mais de 2.400 pessoas por meio de seis oficinas técnicas e trabalho de tutoria. Com isso, as unidades básicas de saúde reordenaram os processos de trabalho e adotaram novas técnicas de organização das unidades básicas de saúde. Entre elas, a estratificação de risco.

Hoje, a planificação já atinge todo o estado capixaba. As regiões de saúde Central, Metropolitana e Sul iniciaram a qualificação dos profissionais em dezembro passado. Até agosto de 2018, mais de 20 mil profissionais estarão qualificados.

Paralelo ao trabalho de qualificação e aprimoramento dos fluxos de atendimento nas unidades básicas de saúde, o governo capixaba está implantando novas unidades de cuidado integral a saúde, que realiza o trabalho da atenção ambulatorial especializada.

A primeira unidade foi inaugurada em setembro, na cidade de Nova Venécia, no norte do Espírito Santo.

Desde 18 de setembro de 2017, já foram atendidas 5.800 pessoas e realizados 27.130 procedimentos, entre consultas e exames.

Até o final de 2018, mais quatro unidades serão abertas. Em Linhares, Santa Teresa, Domingos Martins e Guaçuí.

“Este trabalho só é possível graças ao esforço de todos os técnicos e gestores envolvidos. Falo dos profissionais da Secretaria e do Conass, mas principalmente dos gestores e equipes de saúde dos municípios. É um trabalho coletivo como é o próprio SUS.” afirmou o secretário Ricardo de Oliveira.

Maria José Evangelista, assessora técnica do Conass, ressaltou o papel do governo do Espirito Santo na adoção do novo modelo. “Um dos diferenciais é a coordenação do governo estadual capixaba. Sem esta visão não seria possível. Além disso, foi adotado um sistema de informática para controlar tempo e qualidade do atendimento que merece especial atenção”.

O principal objetivo da Rede Cuidar é integrar as duas formas de atendimento: a básica e ambulatorial. Nas unidades básicas de saúde dos 78 municípios, os profissionais realizam a estratificação de risco do paciente. Se necessário, este mesmo paciente segue para a unidade de cuidado integral à saúde, que vai atender os usuários de cada região, proporcionando consultas e exames mais perto de casa e tirando mais de um milhão de pessoas das estradas. Nas novas unidades é aplicado o Modelo de Atenção às Condições Crônicas, o MACC.

“Parabenizo o secretário Ricardo e toda a equipe, porque, em um projeto como a Rede Cuidar, o primeiro obstáculo a ser vencido é a vontade de fazer e de mudar os modelos de atenção. No modelo do Espírito Santo, vemos que o trabalho está completo, tem capacitação, integração, o atendimento integral à saúde, tem a motivação dos profissionais e acima de tudo a preocupação em melhorar o acesso da população. A Rede Cuidar está apresentando resultados concretos com mais agilidade, menos deslocamentos. O que se desgasta muito hoje no sistema é a pessoa se perder nas filas. Se você puder ter a solução dos problemas de atendimento sendo resolvidas na atenção primária ou ambulatorial no entorno, na região de saúde do usuário, vamos conseguir dar conta da maior parte dos problemas, isso vai ser traduzido em resultado e em satisfação. Em breve estarei visitando o estado capixaba para ver de perto este projeto. Parabenizo o governo do Espírito Santo e os municípios”, disse o presidente do Conass, Michele Caputo Neto.

O secretário de Saúde do Amazonas, Francisco Deodato, parabenizou o Espírito Santo pela Rede Cuidar. “Este é um processo de muitas etapas e o Espírito Santo está vencendo cada uma delas. Este caminho, tenho certeza, irá render muitos frutos ao estado capixaba”, completou.

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde

<-Voltar