Servidores da Secretaria da Saúde participam de Oficina de Trabalho do Planejamento Estratégico

Diretores, superintendentes e servidores da Secretaria de Estado da Saúde (SES) participaram na manhã dessa quarta-feira, 10, da segunda Oficina de Trabalho do Planejamento Estratégico das Secretarias de Estado de Saúde para o próximo quadriênio no Tocantins.

A oficina é fruto de uma parceria entre Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Saúde (Conass) e Hospital Alemão Osvaldo Cruz (HAOC). Essa capacitação é realizada por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) que concede isenção fiscal aos hospitais particulares de excelência reconhecidos pelo Ministério da Saúde que apoiam a promoção da melhoria das condições de saúde da população brasileira.

Atuaram como facilitadores desta etapa, o diretor administrativo e docente da Faculdade de Medicina de Marília (Famema), Gilson Caleman e a médica sanitarista do HAOC, Rita Ana da Silva Lima.

“Estamos aqui para colaborar com as secretarias para construção dos planos estratégicos eficientes para o enfrentamento da realidade na saúde pública. Hoje falamos sobre a carga global de doenças que é um elemento importante dentro da elaboração desse planejamento”, frisou o professor Caleman.

A facilitadora Rita Ana afirmou que o principal objetivo dessa oficina é a capacitação de toda a equipe de gestão,no sentido de repensar e fortalecer o planejamento estratégico da saúde no Tocantins. “Estamos com a missão de conversar não só com a equipe de planejamento, mas com toda equipe de gestão do estado. O Tocantins tem uma cultura de planejamento interessante e iremos repensar essa estratégia baseados no que o Estado tem de positivo, levando em conta também as fragilidades tanto estruturais como financeiras para construir instrumentos de gestão consistentes e exequíveis”, destacou.

Para a superintendente de gestão e acompanhamento estratégico da SES, Luiza Regina, essa parceria é fundamental para agregar conhecimento necessário para a reciclagem e melhoria do planejamento estratégico da saúde no Estado. “Os facilitadores estão trazendo informações que nos proporcionam entender as condições de saúde da população tocantinense, para que assim tenhamos condições de propor e definir políticas públicas de saúde efetivas por meio de ações intersetoriais para resolver os problemas em sua causa”, pontuou.

A oficina acontecerá até sexta-feira, 12, na sede da Secretaria de Estado da Saúde.

<-Voltar