Servidores do SUS recebem capacitação para aplicação da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal no Amazonas

A partir desta quarta-feira (05/10), profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) receberão treinamento para aplicação da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal, em novembro deste ano. O estudo “SB Brasil 2020” será realizado em 12 municípios do Amazonas e terá a participação em campo de 22 equipes, 11 na capital e 11 no interior do estado, com o objetivo de identificar as doenças bucais mais frequentes e o impacto delas na qualidade de vida.

A capacitação é direcionada para os profissionais de saúde bucal da Atenção Primária à Saúde (APS). As equipes serão responsáveis pela avaliação de uma amostra da população por meio dos indicadores: cárie, condições periodontais, oclusão dentária, traumatismo dentário e edentulismo. Em novembro, inicia a coleta de dados para o todo o país.

No treinamento serão abordados o processo de identificação dos participantes no domicílio, o trajeto a ser percorrido, a abordagem para realização das entrevistas, coleta de dados, aplicação de questionário, códigos e critérios para o exame clínico e o uso do software definido para o registro de dados.

O treinamento teórico será disponibilizado on-line por meio de manuais técnicos e videoaulas, enquanto o prático e a calibração dos examinadores ocorrerão através da avaliação de imagens, que irão simular condições clínicas que os examinadores poderão encontrar durante a coleta de dados no trabalho de campo.

Todas as etapas do treinamento contarão com o apoio técnico e científico de uma equipe de referência regional. O conteúdo teórico e o material para calibração serão disponibilizados na plataforma virtual Moodle, onde todos os profissionais cadastrados terão acesso.

Além da avaliação por meio dos indicadores, o estudo contará com a aplicação de um questionário para caracterização demográfica, socioeconômica, acesso e utilização de serviços odontológicos, morbidade bucal referida, autopercepção e impacto em saúde bucal.

Participação – Embora seja voluntária, a adesão da população é essencial para a realização e efetividade da pesquisa. A avaliação será feita na residência do voluntário por um cirurgião-dentista, seguindo as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS).

O Coordenador do Estudo SB Brasil 2020, no Amazonas, e coordenador estadual de Saúde Bucal da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Ricardo Rabello, reforça a importância da participação da população.

“É importante que a população colabore com esse levantamento, recebendo os avaliadores e aceitando participar, para que possamos realmente conhecer a realidade da saúde bucal e, se necessário, fazer alterações e contribuições para nossa futura política da saúde bucal”, destacou o coordenador.

Iniciativa – A realização da pesquisa é uma parceria do MS com universidades e receberá o apoio de secretarias estaduais e municipais de saúde, instituições representativas da odontologia e institutos de pesquisa em saúde pública. O levantamento epidemiológico será conduzido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em articulação com a Coordenação Geral de Saúde Bucal da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do MS.

 

FONTE E FOTO: Divulgação/SES-AM

Informações para a Imprensa: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM): Roseane Mota (92 99126-7364) e Geizyara Brandão (92 98237-0415).

<-Voltar