Sesap recomenda aos municípios o Dia D da vacinação contra a influenza

Diante da baixa adesão à Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) mobiliza os municípios para que façam neste sábado, dia 3, o Dia D da vacinação. A campanha contra a influenza teve início em 12 de abril e está prevista para ser encerrada em 9 de julho.

O público total a ser vacinado no Rio Grande do Norte é de 1.295.751 pessoas, com a meta de vacinar no mínimo 90% deste público. Mas até o momento há registro de 415.341 doses aplicadas, o que representa um alcance de 32% da meta de vacinação.

A técnica do Programa Estadual de Imunização, Iracy Nestor, explica que embora a campanha esteja em sua terceira etapa de execução, pessoas de todos os grupos elegíveis podem procurar os postos. “Precisamos intensificar o chamamento à população para que o estado consiga chegar à meta de vacinação de 90% das pessoas dos grupos elegíveis, por isso a Sesap está propondo aos municípios que façam o Dia D como mais uma oportunidade de avançar na vacinação”.

Além de mobilizar a população para receber as doses, a Sesap orienta aos municípios que priorizem a inserção dos dados no sistema RN Mais Vacina, o que possibilitará um panorama mais real do andamento da campanha. “É muito importante que os dados constem dos sistemas da Sesap e do Ministério da Saúde, para que tenhamos a visão real do andamento da campanha”, lembrou Iracy Nestor.

A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e é de alta transmissibilidade, sendo a vacinação a principal medida para reduzir internações, complicações e óbitos pela doença.

Intervalo entre vacinas

Como a campanha de vacinação contra influenza coincide com a realização da vacinação contra a Covid-19, é importante que seja priorizada a aplicação do imunizante contra a covid-19.  Vale salientar que, as pessoas contempladas nos grupos prioritários para a vacinação contra influenza e ainda não foram vacinadas contra a covid-19, ao buscarem uma UBS, deverão, preferencialmente, tomar a vacina contra a covid e agendar a administração da vacina contra a influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Grupos prioritários para receber a vacina contra a influenza:

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);

Gestantes;

  • Puérperas
  • Povos indígenas
  • Trabalhadores da saúde
  • Idosos com 60 anos e mais
  • Professores das escolas públicas e privadas
  • Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições
  • clínicas especiais
  • Pessoas com deficiência permanente
  • Forças de segurança e salvamento
  • Forças armadas
  • Caminhoneiros
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo

curso

  • Trabalhadores portuários
  • Funcionários do sistema prisional
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
  • População privada de liberdade.
<-Voltar