Tenda da Vacinação aplicou mais de 4 mil doses de vacina contra a Covid-19 em dois dias

A Tenda da Vacinação, montada em frente ao Palácio Rio Branco, na capital, aplicou 4.037 doses de vacina contra a Covid-19, em dois dias de mutirão, sendo 1.504 primeiras doses e 2.533 segundas doses. A Tenda foi organizada pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), em parceria com a Prefeitura de Rio Branco, e ficou disponível para a população na sexta, 25 e sábado, 26, de 8h às 22 horas.

Em mais uma ação que objetiva acelerar o processo de imunização no Acre, o governo solicitou ao Município as doses do imunizante (Foto: Júnior Aguiar)

Em mais uma ação que objetiva acelerar o processo de imunização no Acre, o governo solicitou ao Município as doses do imunizante, que prontamente o atendeu, somando forças pelo bem comum e contra o coronavírus, permitindo que o maior número de pessoas seja imunizada o quanto antes.

Tenda da Vacinação aplicou mais de 4 mil doses de vacina contra a Covid-19. (Foto: Júnior Aguiar)

Em clima junino e embaladas pela sonoridade do forró, as equipes de imunização do Estado recebiam as pessoas que ali chegavam com suas carteirinhas na mão e olhos brilhando de esperança. Teve quem dançou e quem chorou, externando o misto de emoções propiciado pelo momento.

Cuidado especializado

O senhor José Ferreira da Silva tem um problema sério na coluna, o que dificulta se posicionar em pé. Com isso, a equipe de vacinação foi atendê-lo em sua cadeira, na fila.

“Estou muito grato à equipe, à ciência e ao governador Gladson Cameli pelo empenho em proporcionar bem estar à população”, relata.

Assim como o senhor José Ferreira da Silva, Alair Silva de Souza, de 37 anos, faz parte do grupo prioritário das pessoas com deficiência, e também recebeu o cuidado e carinho da equipe. “É muito importante esse cuidado, essa atenção que estamos tendo”.

“É um princípio do Sistema Único de Saúde, a equidade com os seus usuários”, relata a técnica do Programa Nacional de Imunização (PNI) no Acre, Carol Parente.

Fonte: SES/AC

<-Voltar