Conass e Sesau planejam ações para fortalecer a Atenção Primária à Saúde em 2020

Foto: Ítalo Ricardo

O objetivo da reunião entre os facilitadores do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o técnicos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) é fazer uma avaliação de todo o panorama da Planificação de Atenção á Saúde no estado de Rondônia e também a identificação dos projetos que a Sesau vem desenvolvendo, além de promover a articulação destes projetos um com outro na organização do sistema em rede.

“Temos impactos positivos em Rondônia e, para continuar alcançando estes resultados, esse encontro serve para avaliar e discutir a integração dos diversos projetos que temos aqui em andamento, e também apresentar novas perspectivas para serem colocadas em prática como a segurança do paciente e cuidados paliativos continuados, e reestruturação institucional da Sesau, importantes para dar o Start para 2020″, explicou Jurandir Frutuoso, secretário executivo do Conass.

O Projeto em execução com melhores resultados é a Planificação de Atenção a Saúde, que está nas regiões Café (Cacoal), Central (Ji-Paraná), Vale do Guaporé (São Francisco) e Cone Sul (Vilhena), e que em 2019 iniciou na região Madeira Mamoré (Porto Velho).

“Assumimos esse compromisso desafiador de implantar o programa em Porto velho, Nova Mamoré, Guajará-Mirim, Candeias do Jamari e Itapuã D’ Oeste, considerado desafios na implantação deste processo por ter a maior população do Estado e muitas peculiaridades”, enfatizou o secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo.

De acordo com o titular da Sesau, o apoio do Conass é de suma importância, pois a preocupação maior é que são vários projetos e eles precisam conversar entre si e todos tem o mesmo objetivo que é organizar a rede inteira.

Para Marta Duarte, coordenadora de Apoio e descentralização, a Planificação da Atenção a Saúde, que ocorre em 30 municípios e agora aqui na região madeira Mamoré (mais 6 municípios que já estão envolvidos), acontece com o  Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS – Proadi-SUS e Conselho nacional de secretários de saúde – Conass, que visa o fortalecimento do SUS e que ora inicia este processo, ainda a consultoria do Hospital Albert Einstein.

“Temos também o PRI (planejamento regional integrado ) que atua numa fase mais avançada da planificação, ou seja o PRI opera na governança da gestão na região; no financiamento e regulação.”

Conass

Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), a partir de sua Missão e Visão e por meio de seu Planejamento Estratégico, busca constantemente aprimorar sua atuação junto às Secretarias Estaduais de Saúde (SES). O apoio se dá em diversas áreas, com ênfase na eficiência da gestão e na organização de serviços por meio de Redes de Atenção à Saúde (RAS), coordenadas pela Atenção Primária à Saúde (APS). O Programa de Apoio às Secretarias Estaduais de Saúde (Pases), e seus projetos, abrangem a elaboração de conteúdos técnicos e de metodologias, além da realização de diversas atividades para consolidar o Sistema Único de Saúde (SUS).

<-Voltar