Funcionamento normal em hospitais e UPAs durante o feriado de Páscoa

SES/RJ

A Secretaria de Estado de Saúde informa que o funcionamento dos hospitais e das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) pertencentes à rede estadual de saúde será normal durante o feriado da Páscoa. A escala de plantão dos profissionais de saúde de cada uma das unidades pode ser sempre verificada no site da SES (www.saude.rj.gov.br) ou diretamente no link http://bit.ly/EscalaPlantao.

Exames e medicamentos – O Rio Imagem  – Centro de Diagnóstico por Imagem do Governo do Estado -, no Centro do Rio, funciona normalmente nesta quinta (ponto facultativo), sexta-feiras e sábado. Como a unidade funciona com agendamento prévio, não foram feitas marcações de pacientes para o domingo de Páscoa. Já a Rio Farmes – farmácia distribuidora de medicamentos especiais – não funciona nos dias 28 e 29 e reabre na segunda-feira (1) para os pacientes agendados.

Farmácias Populares – As Farmácias Populares do Estado do Rio de Janeiro não funcionarão nos dias 28, 29 e 30 de março de 2013, por conta do ponto facultativo e do feriado de Páscoa. Nessa quarta-feira, 27 de março, as farmácias ficarão abertas uma hora a mais (funcionarão das 8h às 18h). Caso sua receita já esteja dentro do prazo, antecipe a compra de seus medicamentos.

A partir de segunda-feira, dia 2 de abril, o funcionamento das Farmácias Populares volta ao horário normal (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h).

Ponto biométrico – Desde 2009, a Secretaria de Estado de Saúde instituiu o ponto biométrico para monitorar a falta de funcionários nos plantões de hospitais e UPAs da rede estadual. A aferição vem reduzindo o número de faltas e melhorando a transparência para a população, que pode cobrar da Secretaria e também do profissional a sua presença nas unidades de saúde. Quando o sistema começou a ser implantado havia registro de até 45% de faltosos, hoje a média é de 8% nas UPAs e 0,5% nos hospitais da rede estadual.

Todas as faltas ou atrasos devem ser justificados às coordenações das unidades, que podem determinar punições administrativas aos profissionais. Os casos recorrentes são encaminhados também ao Conselho Regional de Medicina (Cremerj) para as devidas punições à conduta profissional

Médicos nas UPAs – As Unidades de Pronto Atendimento só atendem casos de urgência e emergência de baixa complexidade, por isso os médicos que atuam nas UPAs são clínicos gerais e pediatras. Não havendo profissional de outras especialidades.

Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
ascom.SESRJ@gmail.com
(21) 2333-3717
Twitter: @SaudeGovRJ
www.saude.rj.gov.br

<-Voltar