Sistema Único de Saúde é tema de artigo no site da emissora americana CNN

O site da emissora americana CNN publicou no último dia 13, um artigo sobre o Sistema Único de Saúde. O texto, de autoria de Eduardo Gómez, ressalta que, desde o início do século XX, o governo brasileiro e a sociedade civil têm trabalhado juntos para estabelecer a saúde como um bem comum, ao compartilhar o ônus de pagar pelos serviços por meio de impostos.

Para ele, os norte-americanos precisam aprender uma lição importante com o Brasil: perceber que a saúde é um direito humano fundamental. “O SUS é descentralizado, de modo que a gestão, formulação e implementação de políticas são de responsabilidade dos governos estaduais e municipais. Além de fornecer cuidados de saúde primária, cirurgias e medicamentos, o SUS também oferece o Programa Saúde da Família, onde médicos e enfermeiros visitam famílias que vivem em lugares de difícil acesso”, explica o autor.

Segundo Gómez, todo o trabalho do SUS tem valido a pena. “A expectativa de vida do Brasil melhorou em um ritmo mais rápido do que o dos EUA desde 1960, apesar de continuar para trás. A expectativa de vida dos brasileiros subiu de 54.49 anos, em 1960, para 73.1, em 2010. Nos Estados Unidos, a expectativa aumentou de 69.77 anos para 78.24”, exemplifica.

O autor aponta, também, alguns dos desafios da saúde no Brasil, como as dificuldades na gestão de hospitais e a falta crônica de médicos e enfermeiros, especialmente em áreas rurais (o que a matéria aponta também como problema nos EUA). Mas, apesar dos problemas, a América pode certamente aprender uma grande lição de seu parceiro do sul.

O artigo (em inglês), na íntegra, está disponível no link: http://edition.cnn.com/2012/07/13/opinion/gomez-brazil-health-care/index.html

<-Voltar