Na Câmara dos Deputados, secretário executivo do CONASS defende mudança no modelo de atenção

O secretário executivo do CONASS, Jurandi Frutuoso, defendeu na Câmara dos Deputados, durante a mesa Vigilância em Saúde: proteção e promoção da saúde, a necessidade de mudança no modelo de atenção à saúde praticado pelo SUS. O debate aconteceu no seminário Saúde como Direito Humano, promovido pelas comissões de Desenvolvimento Urbano; de Defesa dos Direitos da Mulher; de Legislação Participativa; de Direitos Humanos e Minorias; de Seguridade Social e Família; e de Trabalho, de Administração e Serviço Público.

“Se continuarmos discutindo apenas financiamento e não olharmos para a necessidade de qualificação da gestão e da mudança do modelo de atenção à saúde, não avançaremos na melhoria do nosso sistema de saúde”, afirmou Frutuoso.

Para ele é preciso haver coerência entre a situação de saúde da população e o modelo de atenção ofertado, mas para que isso aconteça alertou: “essa mudança só será efetivada se tivermos uma Atenção Primária forte e resolutiva”.

Frutuoso também falou sobre a importância da integração entre as vigilâncias e ressaltou que essa vinculação entre elas só ocorrerá se a estratégia Saúde da Família for considerada prioritária na organização da Atenção Primária.

O secretário executivo concluiu com um apelo aos parlamentares. “Peço que vocês tenham uma atuação firme dentro do Congresso Nacional para poder rever, revisitar e reverter certas posições que muitas vezes, por outros interesses, têm levado o SUS a uma situação de desgaste e, agora, de perigo da sua existência”.

A mesa contou ainda com a participação do adjunto do diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Pedro Ivo Sebba Ramalho, e do conselheiro nacional de Saúde, Fernando Zasso Pigato.

Os vídeos do Seminário estão disponíveis em:  http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/webcamara/arquivos/videoArquivo?codSessao=66305#videoTitulo

Assessoria de Comunicação do CONASS

(61) 3222-3000

ascom@conass.org.br

<-Voltar