Oficinas auxiliam os municípios no planejamento da retomada de atendimentos eletivos em Saúde Bucal

Cerca de 70% dos municípios fluminenses participaram de ações promovidas pela Superintendência de Atenção Primária à Saúde da SES

No mês em que comemoramos o Dia do Dentista (03/10), o Dia do Cirurgião Dentista (25/10) e o Dia da Saúde Bucal (25/10), a Área Técnica de Saúde Bucal da Superintendência de Atenção Primária à Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES) comemora os frutos da realização de uma série de oficinas de planejamento em saúde bucal no contexto da Covid-19, que ocorreram desde o mês de junho. O objetivo foi auxiliar os municípios do Estado do Rio de Janeiro a retomar os atendimentos eletivos de saúde bucal de forma segura para pacientes e profissionais.

Desde junho, cerca de 70% dos municípios fluminenses participaram da iniciativa e seguem recebendo apoio técnico para elaboração e acompanhamento dos planos de retomada municipais. Cesar Silva, gestor na Área Técnica de Saúde Bucal da SES, informa que todos os municípios foram convidados para a iniciativa.

“Nós percebemos o movimento dos municípios no sentido da retomada dos atendimentos e decidimos orientá-los, levando em consideração as diferenças de cada um deles com relação à pandemia. A ideia é estar o mais perto possível deles”, explica Cesar.

A oferta desse apoio próximo foi bem recebida por municípios como Porto Real, na Região Médio Paraíba do estado, que, desde agosto, retomou os atendimentos eletivos na área. A coordenadora de Saúde Bucal do município, Lívia de Paula Valente, conta que, a partir do que a sua equipe debateu com a Área Técnica da SES nas oficinas, foi possível elaborar um plano efetivo para a retomada.

“Essas oficinas conseguiram direcionar a gente a refletir sobre a nossa estrutura e a questão epidemiológica. A partir do nosso planejamento, chegamos à conclusão de que não é possível atender acima de 50% da nossa capacidade operacional durante a pandemia. Isso ocorre por conta de vários fatores, entre eles, os protocolos de segurança. A gente só conseguiu planejar a retomada graças às oficinas”, explica Lívia.

A retomada do município se dividiu em três fases. Na primeira, os procedimentos do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) voltaram a ser oferecidos à população em 25% de sua capacidade. Atualmente, Porto Real está na segunda etapa, que consiste na retomada do atendimento eletivo da atenção primária, também com cerca de 25% da capacidade total.

“A gente ainda não chegou na terceira etapa, mas a previsão é voltar com atendimentos em 50% da nossa capacidade operacional”, informa Lívia.

Apesar de ser bem recebida, Cesar ressalta que a proximidade com os municípios não significou um direcionamento “de cima para baixo”. De acordo com o gestor da Área Técnica de Saúde Bucal, os municípios tiveram autonomia no processo.

“Nós tivemos o cuidado de deixar bem claro que não estávamos encorajando ou induzindo a retomada. A oficina tem por objetivo ajudar no planejamento para quando a retomada é segura e viável para o município”, afirmou.

Monitoramento da Covid-19

Municípios seguem seus próprios monitoramentos da Covid-19 para garantir que as ações que estão sendo tomadas estejam de acordo com a curva epidemiológica. Segundo Lívia, a situação epidemiológica de Porto Real é “confortável” e os permite progredir na retomada. Atualmente, em todo o município, há 12 casos ativos da doença registrados.

Porto Real está localizada no Médio Paraíba, Região que apresenta uma queda de 53,13% no número de óbitos por Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) de acordo com o Painel de Indicadores Covid-19 do Estado do Rio de Janeiro. A queda nos casos da região é ainda maior, chegando a 65,85%.

O estado do Rio como um todo permanece classificado em bandeira amarela, que representa baixo risco da doença. Apenas duas das nove regiões do estado apresentam risco moderado, com bandeira laranja: Centro-Sul e Norte. Nessas duas regiões vivem 7,45% da população do estado. Os dados são do último Mapa de Risco divulgado, em 19 de outubro.

Link do manual das oficinas elaborado pela Área Técnica de Saúde Bucal da Superintendência de Atenção Primária à Saúde da SES: https://www.saude.rj.gov.br/comum/code/MostrarArquivo.php?C=MzQxOTM%2C

Fonte: SES/RJ

<-Voltar