Rio de Janeiro – Operação Sorriso chega ao Rio com 100 vagas para cirurgias em pacientes com lábio leporino e fenda palatina

São esperados pacientes de toda a Região Sudeste e desafio é convocar aqueles que vivem nos municípios do interior. Seleção de pacientes acontece nos dias 8 e 9 de outubro

A ONG Operação Sorriso realiza mais uma missão humanitária reunindo cerca de 80 voluntários da área médica para ajudar pessoas portadoras de deformidades faciais que vivem excluídas da sociedade. A equipe ficará no Rio de Janeiro por 10 dias. A previsão é de que sejam feitas cerca de 100 cirurgias corretivas gratuitas em crianças e adultos portadores de lábio leporino e/ou fenda palatina. A seleção dos pacientes acontece nos dias 8 e 9 de outubro, a partir das 8h, na Policlínica Piquet Carneiro (Av. Marechal Rondon, 381, São Francisco Xavier). Já as cirurgias serão realizadas entre 12 e 16 de outubro, no Hospital Universitário Pedro Ernesto (Avenida 28 de Setembro, 77, Vila Isabel).

Para participar da seleção, não é necessário fazer inscrição prévia, apenas comparecer ao local nos dias indicados levando documentos de identificação do paciente e também do responsável. Caso tenha, o paciente também deve trazer exames de sangue recentes (realizados há seis meses ou menos). Quem reside fora do município poderá solicitar hospedagem gratuita para o período no dia da triagem.

– A preocupação da Operação Sorriso em todo o mundo é realizar um programa humanitário de qualidade. Iremos receber pessoas que precisam de ajuda e queremos que se sintam acolhidas. Queremos que além do tratamento de qualidade essas pessoas tenham acesso aos tratamentos complementares e renovem suas esperanças. Nossa meta é permitir a reinserção social completa dessa pessoa – diz Luciana Garcia, coordenadora nacional de programas humanitários da ONG.
Os voluntários envolvidos no programa humanitário do Rio de Janeiro vêm de diversas regiões do Brasil e também de outros países. Muitos deles são referências em suas áreas de atuação — pertencem a diferentes especialidades como cirurgia plástica, enfermagem, anestesia, psicologia, ortodontia, fonoaudiologia, pediatria, entre outros.

– A ideia é operar e capacitar os centros locais. As crianças que não forem atendidas serão encaminhadas para o serviço público local, atingindo a população com resultados mais permanentes – enfatiza o anestesiologista Roberto Freire, diretor médico da Operação Sorriso.
Essa é a quinta vez que a ONG vem ao Rio, somando mais de nove mil consultas em mais de mil pacientes nas missões realizadas. Cerca de 400 pessoas foram operadas e mais de 700 procedimentos cirúrgicos foram feitos durante os programas humanitários na cidade.

Apoiadores têm papel fundamental – O programa humanitário da OS conta com o apoio da Marinha do Brasil, da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, da Associação Brasileira de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), do Projeto Genoma Humano, do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE/UERJ), da Policlínica Piquet Carneiro, do Rio Solidário, e da Associação de Emissoras de Rádio do Rio de Janeiro (AERJ). Entre os patrocinadores estão as empresas Abbott, Buffet Formigueiro, Ethicon Johnson & Johnson, QLL, Schivartche Advogados, Colgate, Enox, Azul Linhas Aéreas, American Airlines, White Martins, Approach Comunicação Integrada, Icatu Seguros, CitiEsperança, Bionexo, Comerc, Pepsi, Fnazca, Way Models e PRNewswire. Além das empresas patrocinadoras, a OS recebe apoio local das empresas: LAMSA, Barcas SA, CCR Ponte, Personal Service, Metrô Rio, UERJ, Solvinil Tintas, Instituto da Criança, Hotéis Marina, MiniHumanos, Scorial Rio Hotel e Total Sucos.

Para Andréa Mello, superintendente de Atenção Básica da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, os resultados das missões da OS mostram que a equipe de médicos e demais profissionais de saúde envolvidos oferecem atendimento digno, seguro e de qualidade.
– Apoiamos iniciativas como esta porque vêm para somar com o trabalho da rede pública de saúde. Mais do que um sorriso, os pacientes ganham a chance de viver melhor e de construir um futuro mais digno – disse.

De acordo com o Dr. João José Caramez, diretor Geral da Policlínica Piquet Carneiro, a parceria com a ONG tem ajudado a fortalecer o serviço de fissurados do Estado do Rio, o CTAC (Centro de Tratamento de Anomalias Craniofaciais), localizado na Policlínica.

– À medida que temos esse serviço, a Operação Sorriso contribui e muito para a seleção de nossos pacientes – comemorou.

O professor Rodolfo Acatauassú, diretor Geral do Hospital Universitário Pedro Ernesto, conta que a instituição “tem colaborado, com muita honra, com a Operação Sorriso pelo seu nobre objetivo de proporcionar aos pacientes, especialmente da faixa etária infantil, a recuperação de anomalias craniofaciais”. Para ele, esta ação, de caráter afirmativo à dignidade dos pacientes, merece o apoio de toda a sociedade.

Atendimento pós-operatório gratuito – Também nos dias 8 e 9 de outubro, os voluntários da Operação Sorriso realizarão a avaliação pós-operatória dos 95 pacientes que já fizeram a cirurgia para correção de lábio leporino e/ou fenda palatina na missão humanitária ocorrida em agosto de 2012. Esse retorno permite que a equipe avalie o resultado da cirurgia anterior, verifique se há necessidade de uma nova cirurgia ou de tratamentos complementares, bem como dê alta cirúrgica a quem está totalmente recuperado. Esta ação também acontecerá na Policlínica Piquet Carneiro.

Pedido de ajuda – A Operação Sorriso pede ajuda a todas as pessoas, pois precisa aumentar as arrecadações em dinheiro para não precisar diminuir o atendimento no Brasil para 2014.
– No Brasil, já são mais de cinco mil pessoas operadas e cerca de nove mil atendidas. Gostaríamos de ir a novos lugares, recebemos pedidos todos os dias. Há cerca de 280 mil pessoas ainda vivendo com uma deformidade facial corrigível em nosso país, mas precisamos de dinheiro. O custo de transportar médicos, equipamentos, suprimentos é muito alto. Acreditamos na generosidade das pessoas e sabemos que em 45 minutos podemos transformar uma vida para sempre. O investimento é garantido – afirma Elisa Maria Campos, coordenadora nacional de comunicação da ONG.

Quem quiser ajudar com doações em dinheiro pode doar online www.doeumsorriso.org.br ou através de depósito em conta:

Associação Operação Sorriso do Brasil
CNPJ: 08.691.563/0001-85
Banco Itaú – 341
Ag: 8729 C/C: 23082-4
Comunicar depósito através do e-mail: contato@operationsmile.org.br
*As empresas também podem apoiar a Operação Sorriso com recursos financeiros, humanos ou contribuições em espécie ou através de parcerias corporativas. Relatórios financeiros disponíveis no site.

A OS recebe também doações de produtos para os kits que doará aos pacientes durante a missão: alimentos não perecíveis, leite em pó, suplementos alimentares como Peidiasure, xampu, brinquedos em bom estado e fraldas As doações poderão ser encaminhadas, a partir do dia 01 de outubro, à loja MiniHumanos, que fica em Botafogo (Rua Voluntários da Pátria, 212 – loja).
É também possível ajudar na divulgação. Para fazer essa oportunidade chegar aos pacientes, a organização disponibiliza cartazes, vts, banners para sites, facebook e spots no site www.operacaosorriso.org.br. Outras informações poderão ser obtidas através dos telefones (21) 8515-8307.

Sobre a Operação Sorriso – A cada três minutos nasce uma criança com deformidade facial no mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde existe uma criança com fissura para cada 650 nascidas e, todos os anos, mais de 5800 novos casos endossam as estatísticas. A estimativa é que existam cerca de 280 mil pessoas com fissura lábio/palatal em todo o Brasil. Entretanto, não se sabe necessariamente quantas já receberam o tratamento. Presente no país desde 1997, a Operação Sorriso já transformou a vida de mais de 200 mil pessoas.  Em dezesseis anos, já foram realizados mais de 79 mil exames e avaliações especializadas e mais de cinco mil cirurgias em onze estados brasileiros.

Só em 2012, a organização realizou mais de seis mil exames multidisciplinares especializados para crianças das regiões Norte, Nordeste e Sudeste do país, além de 513 procedimentos cirúrgicos e 13 programas pós-operatórios, tudo gratuitamente, devolvendo a dignidade, funcionalidade e autoestima para 327 pacientes.
Informações: www.operacaosorriso.org.br

Serviço:
Seleção dos pacientes: 8 e 9 de outubro de 2013
Local: Policlínica Piquet Carneiro (Av. Marechal Rondon, 381, Bairro São Francisco Xavier)
Horário: a partir das 8h
Cirurgias: 12 a 16 de outubro
Local: Hospital Universitário Pedro Ernesto (Avenida 28 de Setembro, 77, Vila Isabel)
Doações: Loja MiniHumanos (Rua Voluntários da Pátria, 212, Botafogo)
Informações: (21) 8515-8307


Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
ascom.SESRJ@gmail.com
(21) 2333-3717 / 2333-4029
Twitter: @SaudeGovRJ
www.saude.rj.gov.br

<-Voltar