Semana Mundial de Aleitamento Materno é aberta em Brasília

O tema deste ano é “Amamentação é a Base da Vida”

 

BRASÍLIA (27/07/2018) – Começou, nesta sexta-feira (27), a Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) 2018, com o tema “Amamentação é a Base da Vida”. O evento é promovido pelo Ministério da Saúde, com participação da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. O lançamento ocorreu na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), em Brasília.

“Amamentar é doar o leite, que é gratuito, e o amor, que ajudam a salvar a vida das crianças. Todos os estudos comprovam que a amamentação evita a mortalidade infantil, porque fortalece a criança e funciona como uma vacina após o nascimento. É importante que toda a sociedade, empresas e governo estejam envolvidos nessa causa”, ressaltou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, ao apontar que a amamentação reduz a mortalidade infantil em até 13%.

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Humberto Fonseca, ressaltou que, no Distrito Federal, mais de 50% das crianças são alimentadas exclusivamente com leite materno até os seis meses de vida. Na capital federal, pratica-se a Política de Amamentação desde 1993, atualizada em 2014.

“Em Brasília, todas as crianças internadas depois do nascimento têm acesso ao leite humano dos nossos bancos e postos. Nossos 10 bancos de leite têm certificação de máxima qualidade e temos o título de Capital do Aleitamento Materno em razão desse trabalho de orientação às mães para amamentarem e o recolhimento de doações em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar para distribuir aos hospitais”, destacou Fonseca, que na ocasião estava representando o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass)

Madrinha da campanha deste ano, Sheron Menezes relatou que a amamentação é um assunto muito importante para ela. “Amamentei exclusivamente até os sete meses e meio e pretendo amamentar até quando meu filho quiser. É um prazer mostrar que é maravilhoso amamentar. Sei que meu filho vai ficar mais forte, e eu amamento em qualquer lugar”, frisou a atriz.

 “Amamentação é um dos pilares da vida. É fundamental lembrar que o sucesso da amamentação não é responsabilidade exclusiva da mãe, mas da sociedade e do governo. O desafio agora é que todos os países tenham ações mais efetivas. A Opas reforça todo o apoio ao Brasil nas políticas de aleitamento”, completou o representante da OPAS/OMS no Brasil, Joaquín Molina.

Desde 1992, a SMAM é comemorada na primeira semana de agosto, e acontece, simultaneamente, em mais de 150 países, entre os dias 1º e 7.

Assessoria de Comunicação Social

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

Foto: Breno Esaki/Saúde-DF

<-Voltar