SGTES reúne representantes de enfermagem e odontologia para pactuar ações para o PROVAB

A SGTES reuniu nesta quarta-feira, 28, representantes da Federação Interestadual dos Odontologistas (FIO), Associação Brasileira de Ensino Odontológico (ABENO), Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) e Associação brasileira de Enfermagem (ABEN) para discutir os encaminhamentos do PROVAB.

Na ocasião, foi apresentada a proposta de concessão de bolsas aos enfermeiros e cirurgiões dentistas selecionados no Programa e não contratados pelos municípios.

O projeto prevê a criação de bolsas, com duração de 12 meses, renda mensal no valor de R$ 2.360,00 e carga horária de 40 horas semanais. A supervisão será presencial e à distância, monitorada por tutores de instituição de ensino superior, hospitais de ensino ou outros serviços de saúde com experiência em ensino. A distribuição desses profissionais será feita pelo Ministério da Saúde.

Durante a reunião, as entidades assumiram o compromisso de dialogar com suas bases, na tentativa de encontrar um acordo para solucionar a questão da não contratação dos profissionais. Uma nova reunião será realizada na próxima segunda-feira, 2 de abril, para fechar o acordo e pactuar ideias.

O ministério da Saúde está assumindo o compromisso e a responsabilidade de garantir as bolsas aos profissionais que ainda não foram contratados. É importante que as entidades representantes dos trabalhadores e ensino participem desse esforço para, juntamente com o ministério da Saúde, consolidar a proposta.

Foto: internet
Natalia R. Pinheiro
Jornalista/Núcleo de Comunicação
Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES)
Ministério da Saúde
Esplanada dos Ministérios Bloco G – Edifício Sede – sala 739
Brasília – DF CEP 70058-900
Telefone: 61 3315 2993

<-Voltar