Os impactos na vacinação de rotina causados pela Covid-19 foram debatidos em Webinário realizado pelo GAMOV e ESP-MG

O Webinário está disponível no canal da Escola de Saúde Pública no Youtube.

Com o objetivo de sensibilizar os profissionais de saúde das Unidades Regionais de Saúde e dos municípios em relação à busca ativa de faltosos e ao cumprimento do calendário básico vacinal em toda a população, o Grupo de Análise e Monitoramento da Vacinação (GAMOV) da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e a Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG), promoveram nessa quarta-feira, dia 01/09, às 19h, o Webinário: Impacto da pandemia sobre a vacinação de rotina: Como enfrentar o desafio da queda nas coberturas vacinais?”. O evento está disponível ao público no canal da ESP. Para acessar, clique aqui.

Participaram do encontro, a Enfermeira e Assessora Técnica do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI/MS) Antônia Teixeira e a Enfermeira e Coordenadora do Grupo de Análise e Monitoramento da Vacinação (GAMOV-MG), Janaína Fonseca, que fez a mediação. A Superintendente de Educação e Pesquisa em Saúde da ESP-MG, Michele Costa, que abriu os trabalhos, destacou a pertinência do tema e lembrou que a ESP, dentro desse contexto da pandemia, vem contribuindo com algumas qualificações profissionais relacionadas ao tema.

“Desenvolvemos, por exemplo, um curso sobre a vacinação contra a Covid-19, em que a Janaína Fonseca colaborou também como docente. E o que a gente percebe é que a pandemia, além de ter modificado o modo de vida da população, mudou também a rotina dos serviços de saúde, das imunizações e todo esse distanciamento social intensificou a queda no comparecimento da população nos serviços de saúde, impactando também na vacinação”, comentou.

A coordenadora do GAMOV, Janaína Fonseca, explicou que o grupo foi criado há poucos meses e que tem o intuito de acompanhar as ações da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, mas que têm também um grande desafio, “que é o de corrermos atrás da coberturas vacinais de rotina. Nós estamos vivenciando uma pandemia, sabemos o quão complicado é esse momento crítico para a saúde pública e o que a gente não quer que aconteça é que doenças que são imunopreviníveis, ou seja, que podem ser evitadas com vacinas, e que muitas delas já estavam eliminadas do país, retornem com força total”, alertou.

A Assessora Técnica do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI/MS) Antônia Teixeira, parabenizou a SES-MG e a ESP-MG pela iniciativa e reforçou que realmente estamos correndo o risco de retorno de muitas doenças, se as coberturas vacinais continuarem em queda. “É preciso pensarmos em estratégias para chegar à população e retomar a credibilidade que as vacinas sempre tiveram e também reforçarmos o papel da vacina para a saúde coletiva”, afirmou. Em seguida, a Assessora técnica fez sua apresentação, demonstrando a queda das coberturas vacinais ao longo dos anos e debateu com o público sobre os desafios.

Para assistir a todo o debate, acesse ao Webinário, que está  disponível no Canal da Escola no Youtube.

GAMOV
O Grupo de Análise e Monitoramento da Vacinação (GAMOV) Nível Central foi criado recentemente com o objetivo de realizar a análise e o monitoramento da vacinação (especialmente a vacinação contra Covid-19) e propor ações no âmbito do Estado de Minas Gerais. Foram implantados 28 GAMOV Regionais (um em cada Unidade Regional de Saúde) e 1 GAMOV Nível Central. Cada um desses Grupos possui a participação de representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS), Vigilância Epidemiológica (do nível central e regional), Vigilância Sanitária (nível central e regional), Atenção Primária à Saúde (nível central e regional) e Sala de Situação Estadual. 

— 
Fonte: Assessoria de Comunicação Social
Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG)

<-Voltar