Pandemia fortalece trabalho de enfermagem, avaliam especialistas


A pandemia de Covid-19 trouxe um desafio sem precedentes para profissionais de enfermagem. Equipes tiveram de em pouco tempo incorporar novas ferramentas de tecnologia, encontrar  formas  diferentes de se organizar, atender demandas de pacientes que chegam aos serviços com queixas de uma doença cujas características ainda estão sendo desvendadas e, de forma simultânea, garantir a atenção de pessoas com problemas crônicos. O cenário de tamanha complexidade foi tema do debate virtual realizado na última sexta-feira pelo Conass, transmitido pelo Youtube.

Mediado pela assessora técnica do Conass, Carla Ulhoa André, o encontro que discutiu o papel da enfermagem no enfrentamento da Covid-19 contou com a participação da enfermeira e embaixadora da Federação Mundial de Enfermeiros em Cuidados Críticos, Renata Pietro e da facilitadora do projeto Planificação da Atenção à Saúde (PAS) do Conass, Érika Souza e da enfermeira e facilitadora do PAS, Sandra Sperotto.

Durante o debate, Renata ressaltou a importância da adoção de estratégias para se trabalhar de forma segura, de organizar os sistemas de saúde de maneira integrada para garantir, a cada paciente, um atendimento único. A enfermeira também ressaltou a importância de se priorizar o trabalho de forma multidisciplinar, a formação permanente do profissional e de se adotar mecanismos para valorizá-lo, seja por meio de incentivo financeiro, seja pela cultura de liderança.

Érika tem avaliação semelhante. No encontro promovido pelo Conass ela observou que, diante das novas exigências inerentes à pandemia, foi necessária criatividade, empatia e flexibilidade para organizar os atendimentos. Uma percepção para reconhecer as potencialidades, as fragilidades e estratégia para resolver os problemas.”

Carla, por sua vez, ressaltou a necessidade da união da enfermagem neste momento de crise. A assessora do Conass disse não ter dúvidas de que, a classe pode sair desse período fortalecida e ainda mais respeitada. Renata concordou. “Precisamos aprender com outras categorias, nos revisitar para alicerçar a imagem da enfermagem diferenciada.” Um dos caminhos para garantir a visibilidade dos profissionais de enfermagem, avalia, é ampliar o número de artigos sobre as experiências durante a atuação profissional.

Confira o debate na íntegra:

Ascom Conass

ascom@conass.org.br

(61) 3222-3000

<-Voltar