Pesquisa: Proqualis inicia novo ciclo de avaliação sobre segurança do profissional de saúde na pandemia

Os profissionais da área de saúde que estão na linha de frente da assistência fazem parte de um grupo de alto risco de infecção pela COVID-19. Nesse contexto, a pesquisa ‘Segurança do profissional da área de saúde durante o enfrentamento da infecção pelo novo coronavírus (COVID-19)’, desenvolvida pelo Centro Colaborador para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente (PROQUALIS), do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT/Fiocruz), busca avaliar a exposição desses profissionais à COVID-19, a partir de dois enfoques: os profissionais da área da saúde e os gestores de estabelecimentos de saúde.

Este estudo busca investigar a adoção de medidas de segurança pelo profissional da área da saúde, em seus processos de trabalho, com foco principalmente no uso adequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPI); e a organização do estabelecimento de saúde em relação à oferta de equipamentos e insumos, limpeza e desinfecção dos ambientes, bem como indicadores de capacitação e acompanhamento dos seus funcionários.

As primeiras avaliações foram feitas em 2020. Agora, inicia-se um segundo ciclo de avaliação da pesquisa, para analisar o momento atual da pandemia.

Para participar da pesquisa, basta clicar em um dos links abaixo e concordar com o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Os questionários serão respondidos de forma on-line via Google Forms, por meio de celular, tablet ou de um computador com acesso à internet, o que levará não mais do que 10-15 minutos. Agradecemos a sua participação!

– Questionário para profissionais da área da saúde

– Questionário para gestores de estabelecimentos de saúde

Este projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola Politécnica Joaquim Venâncio (EPSJV) e tem a coordenação da pesquisadora Ana Luiza Braz Pavão, do Laboratório de Informação em Saúde, do Icict. Mais informações sobre o estudo estão disponíveis no site do Proqualis.

Fonte: Icicti/Fiocruz

<-Voltar