Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) ganham formato mais objetivo e ampliam o alcance de informações sobre doenças tratadas no SUS

Material com layout e versão resumida já está disponível para acesso no site oficial

Quem acessa o site da Conitec em busca de mais informações sobre as decisões do Plenário ganha agora uma nova ferramenta de acesso à informação mais clara e objetiva. A partir desta semana, os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) serão disponibilizados em dois novos formatos: um documento com um resumo do tema – PCDT Resumido – e outro na versão completa, que apresenta o protocolo/diretriz na íntegra, conforme publicação na Portaria do Diário Oficial da União. A iniciativa é da Coordenação de Gestão de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (CPCDT) do Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias e Inovação em Saúde (DGITIS) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (MS).

Esse resultado é fruto de um trabalho anterior, feito com respaldo na literatura científica, e que se dedicou a identificar qual o instrumento mais eficaz para melhor informar a população. Da mesma forma, essa nova maneira de apresentar ao público o conteúdo dos PCDT poderá facilitar a busca por informações mais objetivas sobre os protocolos e diretrizes do MS por parte de pacientes, profissionais e gestores da área da saúde.

De maneira geral, a proposta quer ampliar a disseminação desses documentos que estabelecem critérios para diagnóstico, tratamento, uso de medicamentos, posologias, mecanismos de controle clínico, acompanhamento e verificação de resultados terapêuticos a serem seguidos pelos profissionais do SUS.

Veja aqui o novo conteúdo.

O PCDT resumido reúne as principais recomendações de um documento completo. As informações são apresentadas em sessões o que facilita a leitura objetiva de um determinado tema, e o novo instrumento conta com mais cores e recursos visuais, como tabelas e gráficos informativos que diminuem o volume de texto e facilitam a compreensão pelo leitor. Esse formato tem, em geral, entre 2 e 4 páginas e apresenta as informações de forma objetiva, sem repetições ou parágrafos longos.

Já a versão completa replica o conteúdo do protocolo original, ou seja, do documento publicado em portaria, mas com um visual mais atrativo.

Na mesma página, ainda há o texto da portaria, ou seja, restam três documentos à disposição dos leitores.

Os documentos deste ano serão publicados nestas novas formatações, bem como parte do conteúdo de 2019, que também será disponibilizado a partir das novas orientações. A publicação destes materiais será gradativa, acompanhe o site da Conitec para ficar por dentro dos temas que já apresentam esse novo formato.

Fonte: Conitec

<-Voltar