Webinário: Pessoas jovens, adolescentes e a Covid-19

Nesta edição da série de webinários População e Desenvolvimento em Debate serão discutidos os impactos da pandemia em pessoas jovens e adolescentes, considerando as múltiplas perspectivas.

Apesar de não ser o grupo populacional com a maiores níveis de mortalidade por Covid-19, pessoas jovens expostas ao novo coronavírus têm a mesma chance de infecção e contágio que as pessoas idosas. Elas devem, portanto, seguir estritamente as diretrizes nacionais sobre triagem, testagem, contenção e cuidados e praticar o distanciamento social.

Os efeitos diretos e indiretos da pandemia e do distanciamento social na vida de adolescentes e jovens no mundo ainda estão sendo estimados, mas existem evidências de que os impactos podem variar muito a depender das condições de vida da população.

No contexto da Covid-19, novas formas de fornecer informação e apoio a adolescentes e pessoas jovens em saúde sexual e reprodutiva e direitos precisam ser estabelecidas, devido a perturbação de aulas, rotinas de serviços de saúde e centros comunitários.

Muitas pessoas jovens em situação de vulnerabilidade, como jovens migrantes, jovens refugiados, pessoas jovens em situação de rua, aquelas em detenção, e pessoas jovens vivendo em áreas lotadas, como municípios e favelas, vivem em condições que as colocam em grande risco de contrair Covid-19. Elas também têm limitado acesso à tecnologia e formas alternadas de educação e informação, inclusive sobre como mitigar a exposição à Covid-19.

Palestrantes

Jordana Cristina de Jesus – Professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Andreia Simplicio – Assistente social e pesquisadora do Observatório de Saúde da População Negra da UnB

André Sobrinho – Coordenador da Agenda Jovem Fiocruz

Facilitação

Bernardo Mota Lopes – Assistente técnico de operações do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil

Realização

Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) e Fundo de População das Nações Unidas no Brasil

<-Voltar