Lançamento do projeto ImunizaSUS: Educação permanente, pesquisa e mobilização social

Foto: Conasems

Projeto, que inicia em fevereiro, oferta 94.500 vagas para capacitação de profissionais que trabalham nas salas de vacinação de todo o país

O Conasems lançou nesta quinta-feira (21) o Projeto ImunizaSUS em cerimônia com presença do Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, do Secretário de Vigilância em Saúde (SVS/MS), Arnaldo Medeiros, do Secretário Executivo do Conass, Jurandi Frutuoso e da representante da OPAS/OMS no Brasil, Socorro Gross. O evento foi transmitido ao vivo pelo Canal do Conasems no YouTube. 

O ImunizaSUS, fruto de uma parceria entre o Conasems e o Ministério da Saúde, vai transformar as Unidades Básicas de Saúde em salas de aula com objetivo de capacitar mais de 94 mil profissionais de saúde que atuam diretamente nas ações de imunização em todos os municípios do país.

Wilames Freire, presidente do Conasems, enfatizou a construção conjunta do Projeto e destacou a parceria com o Ministério da Saúde. “Essas ideias já vêm sendo discutidas com o Ministério há bastante tempo, a gente vem mostrando as demandas dos municípios sobre a importância de garantir a segurança das salas de vacina e dos profissionais vacinadores que administram 18 imunobiológicos diferentes e fazem diversas campanhas de vacinação ao decorrer do ano, esses trabalhadores precisam de formação continuada”.

O ministro da saúde, Eduardo Pazuello, comentou sobre a importância de cada ente federativo que faz a gestão do SUS. “O Ministério não toma nenhuma atitude sem pactuar com o Conass e o Conasems, a decisão não está centrada em Brasília, ela está tendo os olhos dos estados e dos municípios”. Pazuello também ressaltou a necessidade de dar amplitude e capilaridade às ações e citou o Programa Saúde com Agente, que também será realizado em parceria com o Conasems. “A criação do canal de televisão maisConasems e dos novos projetos de capacitação são uma grande virada para o SUS, isso tudo está sendo feito em paralelo ao coronavírus, à vacina, aos desgastes, às fakenews e às pressões de todos os lados. Temos que, apesar de tudo,  progredir, criar e encontrar soluções”.

Através de ações de educação à distância via internet com uso de tecnologias modernas como o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) e também através de um canal de TV aberta via satélite, para os municípios que não têm acesso à conectividade, o ImunizaSUS foi construído a partir de três pilares: Capacitação, Pesquisa e Comunicação.

“Diante da pandemia do novo Coronavírus, o SUS teve que se reinventar, se ampliar e se qualificar para atender a população. Levando em conta a queda das taxas de vacinação nos últimos anos e a necessidade de iniciativas de capacitação para os profissionais nos municípios, o ImunizaSUS foi criado como uma nova estratégia para atuação na ponta e fortalecimento do SUS”, explicou o diretor do Conasems, Hisham Hamida, durante o lançamento do Projeto.

Hisham destacou que o projeto também traz ações de mobilização e engajamento social relacionadas à importância da imunização. “Além disso, temos o foco em promover pesquisas para compreensão das causas para a queda nas taxas de cobertura vacinal e entender os diferentes elementos que envolvem a vacinação, considerando os aspectos clínicos, epidemiológicos e as estratégias de controle”.

O Secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, comentou sobre a amplitude do Projeto. “O curso é um grande trabalho pensado em parceria para capacitarmos cada vez mais os trabalhadores na ponta, em relação à vacinação da Covid, mas para além da Covid. A ideia é capacitarmos e atualizarmos os trabalhadores em relação a todas as vacinas que estão no nosso Programa Nacional de Imunizações. O nosso desejo é que onde houver um brasileiro nessa nação, que ele esteja imunizado”.

Socorro Gross, representante da OPAS/OMS no Brasil, destacou que o SUS é o maior sistema de saúde do mundo. “O programa de vacinação do Brasil é uma das ações mais efetivas que temos. Esperamos que o Projeto ImunizaSUS possa ser ampliado e disponibilizado para todos os países de língua portuguesa”. Gross também afirmou o interesse da OPAS em realizar uma premiação em parceria com o Conasems para os projetos que forem apresentados no âmbito da capacitação, a fim de valorizar as experiências exitosas. Jurandi Frutuoso, secretário executivo do Conass, enfatizou a importância da iniciativa para o SUS. “Um projeto com essa dimensão e com o objetivo de fortalecer o PNI é fantástico. Preparar os profissionais para usar da melhor maneira possível suas capacidades técnicas”.

Confira aqui a apresentação completa sobre o ImunizaSUS com mais detalhes sobre o curso e o cronograma 

Fonte: Conasems
<-Voltar