Três pacientes do AM recebem altas após tratamento em Santa Catarina

Três pacientes de Manaus que estavam internados no Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis, receberam alta após o tratamento contra a Covid-19 e já estão retornando para casa

Foto: Robson Valverde

O grupo chegou a Florianópolis na madrugada do domingo, 31, em jato executivo da Força Aérea Brasileira (FAB). Por conta da grave crise enfrentada no estado amazonense, com o sistema de saúde colapsado e falta de insumos para o tratamento da Covid-19, Santa Catarina ofereceu auxílio para o tratamento dos doentes.

André Carlos Chaves, 40 anos, e Ana Simone Assunção, 45, embarcam na noite desta quarta-feira com o sentimento de alívio por finalmente poder reencontrar os familiares. “Fomos muito bem tratados aqui em Santa Catarina. Creio que esse atendimento foi fundamental para a nossa recuperação”, disse André, que retorna para casa para cuidar da esposa e filha, diagnosticadas com covid-19 na última semana. “Agora é minha vez de cuidar delas”.

Mãe de um adolescente de 13 anos e de uma menina de 5, Ana Simone disse que o cuidado “humanizado” foi o que mais fez a diferença em sua recuperação. “Chegamos aqui muito debilitados, numa situação de muito medo. Ganhei aqui uma nova chance para viver. Esse tratamento e principalmente o carinho, foram coisas que nunca vi. ”, afirma, emocionado. “Sou grata por ter encontrado os profissionais do Hospital Nereu Ramos em meu caminho.  Se não fosse por eles e por Deus, eu não estaria curada. Vou matar a saudade. Volto para casa bem, feliz, curada e acima de tudo, podendo respirar”.

A terceira paciente a receber alta, Ruth Vieira de Araújo, irá embarcar para o Amazonas nesta quinta-feira (11) em voo custeado pelo Ministério da Saúde. Ela revelou que o maior medo ao ser transferida para um estado localizado a milhares de quilômetros de sua casa era o de ficar sozinha, mas isso não aconteceu. “Você sabe o que é uma médica ligar para sua família três vezes ao dia para dar notícia? Nunca tinha visto algo assim”, afirma.

O grupo recebeu cartas de uma moradora de Florianópolis desejando pronto restabelecimento, além de apoio de religiosos locais como o padre Vilson Groth. Ruth agradeceu a dedicação de todos os servidores do hospital. “Nunca me senti tão amada, tão acarinhada, tão querida por pessoas que sequer me conheciam. Isso foi um atendimento VIP!”, disse. “O hospital não é referência só em tratamento de doenças contagiosas. É referência em atenção ao ser humano. Nunca pensei em vir a Florianópolis, mas já ganhei uma passagem do meu filho para voltar. E vou voltar na boa, de turistona”.

A ação humanitária criada para atender aos pacientes de Manaus foi deflagrada no final de janeiro. De acordo com o secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, a ajuda foi possível devido ao planejamento da SES e Governo do Estado, que proporcionou o incremento da oferta de leitos de UTI para o tratamento da Covid-19 no Estado em mais de 160%.  “O resultado de todo esse trabalho e esforço coletivo é o que nos permite, neste momento, estender a mão para apoiar quem está passando por sérias dificuldades causadas por esta grave crise sanitária”, aponta.

“É uma satisfação enorme para a Superintendência do Ministério da Saúde poder devolver a Ruth, a Ana e o André totalmente curados para as suas famílias no Amazonas”, disse o Superintendente do Ministério da Saúde em Santa Catarina, Rogério Ribeiro. “O trabalho desenvolvido nesse hospital e na rede de saúde catarinense é de excelência pura. O Estado está de parabéns por esse acolhimento. Estou ansioso para poder emitir as demais passagens e devolver todos os pacientes de Manaus totalmente recuperados para suas famílias”.

Outros oito pacientes seguem internados no estado, incluindo um na UTI do Nereu Ramos. De acordo com a enfermeira voltado à humanização do atendimento”, disse.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde – SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

<-Voltar