Conass, Opas e Ministério da Saúde avaliam 10 anos do Termo de Cooperação entre as instituições

Com início em 2010, chegou ao fim o Termo de Cooperação 60. Por meio dele, foram desenvolvidas inúmeras

ações em várias regiões de saúde e territórios no País

Foi realizada hoje, na sede da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas/OMS) em Brasília, a reunião de encerramento do Termo de Cooperação n. 60, referente ao projeto “Apoio ao CONASS”, celebrado entre o Ministério da Saúde e a Opas/OMS. Na ocasião foi apresentada uma análise inédita dos efeitos do TC na gestão estratégica do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os termos de cooperação permitem o desenvolvimento de ações em saúde relevantes nos âmbitos nacional e internacional, as quais estão orientadas por essas programas, projetos e planos discutidos e aprovados conjuntamente pelas instituições que dele fazem parte.

Para a representante da Opas no Brasil, Socorro Gross, o termo de cooperação permitiu à Organização, trabalhar não só com o fortalecimento do SUS, mas também com a melhoria da saúde de outros povos. “Trabalhar com o Conass, um dos entes da governança do SUS, é um aprendizado para nós porque nos permite também levar esses conhecimentos para outros países, a partir do momento em que essa parceria nos proporciona trocar experiências e conhecer boas práticas que trazem inovação sobre como fazer saúde”.

As experiências bem sucedidas realizadas por meio do TC foram apontadas pelo presidente do Conass, Carlos Lula, como uma importante contribuição para o SUS. “Este relatório traz contribuições fundamentais para o sistema de saúde brasileiro, para outros sistemas de saúde e mostra ainda, a imensa capacidade que temos de conseguir bons resultados mesmo em meio às dificuldades”, disse.

Lula observou que o relatório sobre a cooperação diz muito sobre necessidade de discutir gestão do SUS e também sobre a importância do apoio mútuo entre Conass, Ministério da Saúde e Opas/OMS. “Temos que acreditar no SUS e, mais do que isso, precisamos fazê-lo ser diferente. Acho que com esse TC nós conseguimos, de mãos dadas, construir um sistema melhor para todos. Muito obrigada à Opas e ao Ministério da Saúde”, concluiu.

Já para o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, é essencial refletir sobre tudo o que foi feito nestes 10 anos. “Todo o processo vale a pena. O SUS se mostrou muito grande durante a pandemia e foi neste momento difícil que, de fato,  a população se aproximou dele. Para que o SUS funcione a gestão tem que funcionar muito bem. Por isso quero destacar e enaltecer este trabalho porque todas as iniciativas de aprimorar esse sistema de saúde são valiosas”.

Na apresentação do relatório foi observado que, por meio desta cooperação o Conass potencializou as suas ações tornando-se mais ativo na formulação das políticas, com o apoio aos estados nas agendas de estruturação das redes a partir da Atenção Primária à Saúde (APS), além da troca de experiências com relação à pandemia, além de ter fortalecido as Escolas de Saúde Pública.

Ascom Conass

ascom@gmail.com

(61) 3222-3000

<-Voltar